O Perseguidor

ROBERTO RUTIGLIANO

 

Tributo a Julio Cortázar e Charlie Parker

Em 1959, Cortázar estava em Paris procurando um personagem que representasse a busca do Absoluto, quando, casualmente, abriu o jornal e descobriu uma biografia dedicada a Charlie Parker . Deste episodio nasceu a inspiração para o relato "O perseguidor", que foi publicado como conto dentro da série "As armas secretas ". A musica tinha ganho, com este texto, um presente divino, porque a prosa de Cortazar dedicada a Bird se transformou em um dos maiores contos dedicados ao jazz na historia da literatura...

O conto relata os últimos dias de Parker e Cortazar aproveita a oportunidade para poetar sobre o a problemática essencial do tempo, ele mesmo poético, sobre as máscaras...sobre o Jazz. O titulo faz alusão a uma existência atormentada pela angustia de um viver que persegue um ideal de excelência artístico que nunca experimenta atingir.

O evento é uma homenagem a Cortazar e a Parker, idealizado pelo músico argentino Roberto Rutigliano, e reúne um grande time da música instrumental brasileira para celebrar a arte de Charlie Parker: Marcelo Martins (saxo), Cliff Korman (piano), Sergio Barrozo (contrabaixo), José Arimateia (trompete), além do próprio Rutigliano (bateria). No repertório serão ouvidos temas como “All The Things You Are”, citado no conto, “Lover Man”, “I Remember You”, além do significativo clássico “Bye, Bye Blackbird”.

Além da música, a atriz Caroline Virguëz nos oferecerá a leitura de uma seleção de trechos de “O Perseguidor

 

 

 

Saxofone: Fernando Trocado

Trompete: José Arimateia

Piano: Tomás Improta

Contrabaixo: Sergio Barrozo

Bateria: Roberto Rutigliano

 Leitura: Carolina Virguëz|

 

programação COMPLETA